Eu sou uma pessoa muito eclética no que diz respeito à musicas. Meu iPod é recheado das bandas mais variadas e antagônicas possíveis e, por incrível que pareça, todas elas convivem em perfeita harmonia nas minhas playlists.

Só para vocês terem noção, eu escuto de Lady Gaga a System of a Down, de Nelly Furtado a Coldplay, passando por Iron Maiden, Kanye West e David Guetta. Toda essa salada mista em questão de algumas horas.

Por isso, me permito ouvir bandas novas, conhecê-las melhor e passar a gostar do som. E foi exatamente isso que ocorreu com La Roux: me indicaram uma música dessa banda até então desconhecida da minha pessoa, eu ouvi, achei interessante e baixei para o meu iPod. Desde então, me encontro numa “fase La Roux”! =)

Para quem ainda não teve o prazer de conhecer, La Roux é o nome do duo britânico composto pela ruivinha Eleanor Jackson (foto) nos vocais e o sintetizador e co-produtor Ben Langmaid. A dupla faz um som que mistura o electropop, new wave e synthpop, resultando em músicas pop + eletrônico que lembra de leve algo dos anos 80.

O nome “La Roux” é francês e é quase que um neologismo, uma vez que “roux” significa ruivo (no masculino), enquanto “la” é o artigo definido feminino. Para os entendidos da língua francesa, isso poderia ser considerado um tremendo erro, mas a vocalista explica o nome:

“Para mim, significa ‘aquele de cabelo vermelho’. (…) A versão masculina é ainda mais legal, porque eu sou meia andrêgena de qualquer forma. Então meio que faz sentido!”

E realmente faz! Eleanor, de 21 anos, tem uma voz ótima e um visual bem singular, podendo às vezes ser confundida com um menino. A brincadeirca com a cor do seu cabelo e a sua androgenia é bem interessante!

.

Para aqueles que ficaram curiosos, a música do dueto que não pára de tocar no meu iPod no momento é In For The Kill. A letra tem umas frases ótimas e é bem fácil de grudar na cabeça.

.

.

Super recomendo!

Anúncios